Alambique: a nova loja vintage, livraria e café do centro do Porto

Uma segunda casa

Tal como em todas as casas, o Alambique também tem as suas regras. Mas estas são “fáceis” de cumprir. Ou, pelo menos, deveriam ser. Andar sempre de cabeça erguida, alimentar os sonhos, rir até doer a barriga, elogiar mais e criticar menos, prometer só o que se pode cumprir, nunca desistir, partilhar sem limites ou amar, amar e amar, são alguns dos requisitos “obrigatórios” que se podem encontrar afixados logo à entrada.

As portas do Alambique abriram no dia 24 de setembro, mas não sem antes Luís e Susana Félix, irmãos e sócios que estão responsáveis pelo dia a dia deste novo negócio, juntamente com Diana Branco e Pedro Neves, terem literalmente deitado mãos à obra e construído ou recolhido grande parte dos materiais decorativos sem a ajuda de terceiros. O resultado final dizem, orgulhosamente, ser uma “extensão” das suas próprias casas.

Em outros tempos, o número 214 da Rua Formosa já foi ocupado por uma alfaiataria, uma loja de música e um estúdio de gravações, mas atualmente são os artigos em segunda mão encontrados em feiras ou por indicação de particulares, os produtos criados por Luís e Susana, um formado em artes plásticas e outro em design de comunicação, e outros objetos de decoração, a despertar o interesse de quem por ali vai passando.

Produtos artesanais

Os produtos caseiros e/ou biológicos ocupam uma posição de destaque no serviço de cafetaria do Alambique, mas as estrelas da casa são, sem dúvida, o café de torra artesanal da Vernazza, uma empresa que está sediada na Maia desde 2015 e que utiliza um processo manual de torrefação dos grãos, e a cerveja artesanal Beata, marca de origem nacional cuja produção é feita em Santa Maria da Feira.

O bolo de laranja, os brownies, as tartes de frutos vermelhos, amêndoa, limão ou maçã ou as tostas de queijo brie são algumas das opções que constam do menu do Alambique e que podem ser servidas a qualquer altura do dia. Para matar a sede (ou a gula), nada melhor do que um chocolate quente, chá, água aromatizada, sumo de laranja natural ou até um VInho do Porto.

Curiosidades

O alambique é um equipamento usado na destilação de várias bebidas espirituosas, incluindo a aguardente vínica, o bagaço e a cachaça. A associação do negócio a esta palavra surgiu num momento de “inspiração” durante um passeio pelas ruas do Porto.

Num futuro próximo, Luís e Susana esperam conseguir organizar algumas iniciativas de caráter cultural no Alambique, tais como exposições temporárias de artistas emergentes da cidade do Porto, oficinas de vários tipos, workshops, tertúlias e leituras.

Morada: Rua Formosa, 214 - Porto
Horário de funcionamento: Segunda-feira a sábado, das 10h às 19h
Contactos: 223 246 277

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s