Os 5 miradouros mais inspiradores da cidade do Porto

Reza a lenda popular (e o blogue da TAP – de onde retirámos esta informação) que Lisboa é considerada a “Cidade das Sete Colinas” por ter nascido, tal como aconteceu com Roma, por entre sete grandes elevações.  Não será, portanto, de estranhar que em qualquer site de viagens se encontrem mais de 10 sugestões de miradouros que devem ser visitados em Lisboa. Por sua vez, o Porto reúne as condições perfeitas para nos levar num roteiro, que pode ser perfeitamente percorrido a pé, até lugares cuja paisagem deixa qualquer um sem fôlego.


1. Jardim do Morro 

 

Este é, sem dúvida, um dos pontos turísticos de maior conveniência para qualquer pessoa que tenha programado uma tarde em cheio. Não bastasse a ligação direta ao centro da cidade através do tabuleiro superior da ponte Luis I, que pode ser atravessado a pé ou de metro, como ainda é possível voar sobre as caves do vinho do Porto num dos teleféricos que une a zona ribeirinha da cidade até ao Morro da Serra do Pilar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Horário: Pode ser visitado durante todo o dia
Morada: Rua Rocha Leão
Transportes públicos: Autocarro (900, 901, 904, 905, 906) e Metro (Linha
D - Jardim do Morro)

2. Terreiro da Sé do Porto

 

Diz a história (e a Diocese do Porto) que a Sé do Porto é um edifício de estrutura romano-gótica cuja construção diz respeito aos séculos XII e XIII, mas que sofreu grandes alterações durante o período barroco, entre os séculos XVII e XVIII. O espaço exterior, mais conhecido por Terreiro da Sé, é o resultado da demolição, em 1940, de vários quarteirões de origem medieval no âmbito de um processo de requalificação conduzido pela Câmara Municipal do Porto. A sua posição numa zona alta da cidade, dá uma perspetiva inigualável sobre o rio Douro e a cidade de Vila de Nova de Gaia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Horário: Pode ser visitado durante todo o dia
Morada: Terreiro da Sé
Transportes públicos: Autocarro (207, 303, 400, 500, 900, 901, 904, 905,
906) e Metro (Linha D - São Bento)

3. Passeio das Virtudes

 

Este é, sem dúvida, um dos locais de excelência preferido por muitos portuenses e turistas para aproveitar, quase sempre ao final da tarde, as últimas horas antes do anoitecer a saborear uma cerveja gelada ou um vinho fresco (um branco ou rosé escorregam mais rápido que a água num dia de calor), ler um livro deitado no relvado ou simplesmente apreciar a paisagem que se estende desde um pouco antes do Centro de Congressos da Alfândega até à barra da foz do rio Douro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Horário: Pode ser visitado durante todo o dia
Morada: Passeio das Virtudes
Transportes públicos: Autocarro (200, 201, 207, 208, 301, 303, 305, 501,
703, 801), Elétrico (Circular Massarelos - Carmo e Carmo - Batalha) e 
Circuitos turísticos

4. Miradouro da Vitória

 

À entrada, apesar de não existir nenhum obstáculo que impeça a passagem de quem quiser visitar este miradouro, lê-se, num sinal que está colocado do lado direito do portão, que esta é uma propriedade que pertence a uma entidade privada. mas cujo acesso continua a ser permitido desde que para fins turísticos. Do lado de um edifício devoluto, está um terreno de pequena dimensão cuja paisagem vai desde a Sé e o Paço Episcopal, à Ponte Luis I e à marginal de Vila Nova de Gaia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Horário: Pode ser visitado durante todo o dia
Morada: Rua de São Bento da Vitória
Transportes públicos: Autocarro (200, 201, 207, 208, 301, 303, 305,
500, 501, 703, 801, 900, 901, 906), Elétrico (Circular Carmo - Batalha)
e Circuitos turísticos

5. Jardins do Palácio de Cristal

 

São 8 hectares de jardins em pleno coração da cidade do Porto. O espaço exterior que envolve o Palácio de Cristal poderia ser classificado como um refúgio para casais de namorados, local para os pais passearem os seus filhos pequenos ou para os avós levarem os netos a brincar no parque para crianças, mas a verdade é que os jardins românticos do Palácio de Cristal são muito mais do que isso. São os miradouros que estão em posições quase estratégicas, é o património botânico que continua a ser preservado com cuidado, é o bosque, a avenida das tílias e as dinâmicas lúdico-culturais que lá são organizadas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Horário: 1 de abril a 30 de setembro - das 8h às 21h e 1 de outubro
a 31 de março - das 8h às 19h
Morada: Rua de D. Manuel II
Transportes públicos: Autocarro (200, 201, 207, 208, 303, 500, 501, 507,
601), Elétrico (Circular Massarelos - Carmo e Infante - Passeio Alegre)
e Circuitos turísticos

 

 

12 Replies to “Os 5 miradouros mais inspiradores da cidade do Porto”

    1. Aconselho vivamente uma visita ao miradouro da Igreja da Senhora da Conceição, no jardim Marquês, situado no ponto mais alto da cidade do Porto com uma vista brutal e tão ignorado por aqueles que estão ligados ao turismo e poderiam divulgá-lo…

      Liked by 1 person

  1. Existe um miradouro fabuloso com vistas lindíssimas do Porto e de Gaia, no parque de estacionamento que está debaixo do viaduto que quem vai do Instituto Ricardo Jorge para a a Batalha ou para a Rua de Alexandre Herculano na direcção da Ponte do Infante, ou seguindo em frente pata o Jardim de São Lázaro!…

    Gostar

  2. Pena o miradouro da Igreja da Senhora da Conceição, no jardim do Marquês, não ser ainda devidamente conhecido, como acho merecia… pois, estando no ponto mais alto da cidade, possui uma vista brutal…da cidade e arredores…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s