Teatro Nacional São João celebra Semana Mundial do Teatro

São duas as estreias (uma absoluta, outra nacional) agendadas pelo TNSJ para comemorar a data: Beijo e Águas Profundas + Terminal de Aeroporto

 O Teatro Nacional São João (TNSJ) estende, pelo segundo ano consecutivo, as comemorações do Dia Mundial do Teatro, assinalado a 27 de março, a uma semana de celebração. A “festa do teatro” arranca com a estreia absoluta de Beijo, com encenação e cenografia de Jorge Pinto, e prossegue com uma abordagem (dupla) de Nuno M. Cardoso à obra de Simon Stephens: a primeira apresentação nacional de Águas Profundas + Terminal de Aeroporto. Nos dias 25 e 26 de março, na aquisição de um bilhete inteiro para uma das peças, o TNSJ oferece um segundo bilhete para o espetáculo.

Ainda durante a Semana Mundial do Teatro, o TNSJ promove uma visita guiada muito especial e com entrada gratuita. No dia 26 de março, às 12h30, o arquiteto Luís Soares Carneiro, especialista na arquitetura de teatros e autor de uma obra sobre Marques da Silva e o TNSJ, conduz a visita ao Teatro, dando a conhecer a sala de espetáculos, a sala de ensaios, os camarins e a zona técnica do edifício emblemático da cidade Invicta.

 Beijo: os corpos que se manifestam na poesia do teatro

Beijo parte dos quatro episódios de Les Baisers, de Michel Deutsch, e percorre um caminho de climas sonoros de Ricardo Pinto pelas palavras de Álvaro de Campos, Sophia de Mello Breyner, Ruy Belo, Ana Luísa Amaral, David Mourão-Ferreira e Eugénio de Andrade. A interpretação é de Emília Silvestre e Paulo Freixinho, que se voltam a cruzar depois de terem participado em várias produções do TNSJ, como Casas Pardas, peça encenada por Nuno Carinhas. Beijo resulta de uma produção do Ensemble – Sociedade de Actores e está em cena de 23 a 27 de março, no Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto. O preço dos bilhetes é de 10 euros.

 Nuno M Cardoso explora o díptico de Simon Stephens

Águas Profundas e Terminal de Aeroporto são Wastwater e T5, díptico de peças do dramaturgo britânico Simon Stephens situadas nas imediações de um aeroporto. As peças tratam de amor e perda de diferentes formas, bem como a experiência da vida moderna numa cidade onde se chega, se espera ou se parte. Do elenco de Wastwater (Águas Profundas) constam nomes como Albano Jerónimo, António Durães, Íris Cayatte ou Maria João Luís. Já T5 (Terminal de Aeroporto), originalmente escrito como sendo uma parte de Wastwater, conta com interpretação de Rita Brütt. O espetáculo é uma estreia nacional e está em cena de 24 a 27 de março, no Teatro Nacional São João. O preço dos bilhetes varia entre 7,5 euros e os 16 euros.

Outros espetáculos em cena durante o mês de março

A programação de março no TNSJ arranca com As Raposas, de Lillian Hellman, numa versão assinada por João Lourenço e Vera San Payo de Lemos. A produção do Novo Grupo/Teatro Aberto estará em cena no TNSJ, entre as 3 e 13 de março, e aborda uma família de grandes proprietários que quer expandir o seu negócio para aumentar o seu capital e realizar tudo o que dinheiro pode comprar. Entre 4 e 6 de março, é a vez de Elmano Sancho apresentar, no Mosteiro de São Bento da Vitória, Misterman, de Enda Walsh, que lhe valeu, em 2015, o prémio de melhor ator de teatro atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores. Já o Teatro Carlos Alberto recebe (Des)Individuação, uma estreia absoluta que conta com dramaturgia, encenação e interpretação de José Eduardo Silva. A peça está em cena de 10 a 20 de março.

Fonte: Teatro Nacional São João

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s