Universidade do Porto organiza exposição no Museu Nacional de Soares dos Reis.

O projector cinematográfico que terá pertencido a Emílio Biel assinala os 100 anos da morte deste alemão que viveu no Porto e que foi um dos precursores da fotografia em Portugal. Os seus bens foram vendidos em hasta pública em 1916 e o Laboratório de Física da Faculdade de Ciências adquiriu várias peças.

Desde a luz na natureza (em minerais, seres vivos e fenómenos atmosféricos), até à luz nas crenças religiosas, mitos e superstições, passando pela evolução das fontes de luz artificial, concepções científicas e respetivas implicações tecnológicas, “Lux Mirabilis” (“Luz Maravilhosa”) reúne cerca de 170 peças que têm por foco a luz, nas suas múltiplas dimensões. Inaugura às seis e meia da tarde do próximo dia 15 de dezembro, no Museu Nacional de Soares dos Reis e, para o Director do Museu de Ciência, José Luís Santos, “Lux Mirabilis” é “a grande iniciativa da Universidade do Porto no âmbito do Ano Internacional da Luz”.

“Lux Mirabilis” nasce da vontade de fazer “uma exposição que contemplasse vertentes várias da interacção da Luz com a Natureza e com o Homem”. Daí o recurso a peças provenientes do Museu de Ciência, do Museu de História Natural, do Museu da Faculdade de Engenharia e do Fundo Antigo da Universidade do Porto, da Associação Atractor, do Museu do ISEP, do Museu de Ciência da Universidade de Coimbra e do Museu de Soares dos Reis. São 170 peças para ajudar a compreender o que é, afinal, a luz. Até 27 de Março de 2016. A entrada é livre.

Fonte: Universidade do Porto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s